01 agosto 2015

01/31 - Sobre ser brasileira e não desistir nunca

Não posso dizer que não tento. Eu tento até demais acreditar em mim, acreditar que, sim, dessa vez vai e realizarei aquela meta que coloquei em mi vida. Só que não vai, não foi. Mas é que sou ambiciosa demais talvez, gosto da aventura e periculosidade de entrar numa fria dessa e talvez conseguir. Não sei, só sei que eu nunca desisto. Portanto, aqui estou eu pra falar de um fracasso, mas pra falar também de uma outra coisa louca em que resolvi mergulhar de cabeça.

Primeiro de tudo, fracassei na Maratona literária de inverno hehehehehe. Desculpa, mas eu sabia desde o início que isso ia acontecer, talvez tenha ficado com esperanças quando li dois livros na primeira semana, me empolguei e tal. Porém, contudo, todavia, nas três semanas seguintes só li mais um livro e comecei outro que ainda nem to perto de terminar. Vejam bem, preciso esclarecer uma coisa logo: esse ano não ta sendo um ano de leituras, até agora acho que li uns 22 livros, bem aquém do que normalmente leio. Em compensação, to assistindo tantas, mas tantas séries que eu nem me lembro de todas, assisti uns 100 filmes, fiz umas pinturas, umas coisas loucas, mas ler simplesmente não ta acontecendo. É como se eu tivesse numa ressaca literária de 6 meses e nada, nem mesmo o melhor livro, ta conseguindo me livrar dessa barra. Inclusive, to lendo um livro bem bom, "O palácio de inverno" czares, rússia, dinastia Romanov e tudo o mais de incrível e a vontade de pegar o livro e ler ta: zero. Chega a ser frustrante.

Desse modo, foi simplesmente impossível completar essa maratona, mesmo colocando apenas 6 livros como meta.

 O que eu li:

1- Cade você, Bernadette?
2- Tequila vermelha
3- A faca sutil

O que eu deveria ter lido:

1- Cade você, Bernadette?
2- Tequila vermelha
3- A faca sutil
4- Palácio de inverno
5- Marcas de Cristo
6- Garota exemplar

Não achando suficiente esse flop, insatisfeita como sou, já to entrando numa fria maior ainda, o - rufem os tambores - BEDA, que consiste em bloggar todo santo dia de agosto HAHAHAHAHAHA. To com um bom pressentimento com esse trem, acho que posso conseguir pelo menos um pouquinho e se não conseguir, pelo menos eu tentei né mesmo? Esperança é a última que morre. É isso que importa no final do dia, pensamento positivo e vamo logo que o tempo ruge e a sapucaí é grande.

 Não tenho a mínima ideia do que postarei ou falarei por aqui, nem a quantidade de abobrinha que sairá disso tudo, peguem seus corações, encham de amor e me acompanhem nessa roubada que tem tudo pra ser, no mínimo, divertida.



Nenhum comentário:

Postar um comentário