26 agosto 2015

26/31 - Sobre os amores da minha vida

Ou: Como eu queria viver dentro de livros
Ou: Sobre como me apaixono por pessoas que não existem de verdade ):


Amo listas, amo lê-las, amo fazê-las e to pensando seriamente em comprar aquele livro "Listografia", não sei se ele é bom e nunca o folheei, mas sua premissa de ser um lugar pra pôr um monte de listas já me agra um monte. Já faz um tempo que to com umas listas específicas na mente e to querendo organizá-las em posts, mas meu cérebro não gosta muito de lembrar das coisas. E também, confesso, dá muito trabalho preparar, pensar, procurar fotos/gifs e falar a respeito de coisas que gosto bastante, como é o caso dessa lista. Sem mais delongas, hoje farei uma lista - ainda sem números - dos meus boys maravilhosos mais lindos e sensacionais da ficção. São os homens da minha vida, choro por eles, sofro, me apaixono e, no fim, me acabo mais ainda porque percebo que eles não existem.(Provavelmente, quando chegar no fim do post ou quando já tiver publicado, lembrarei de outro que aqui não está)


Miguel

O que falar de Miguel quando a única coisa que me vem na mente é amor????????? Sério, não tenho palavras pra descrever como amei (amo) esse boy, como saí no meio de várias festas só pra não perder nenhum capítulo em que ele aparecia. O que falar senão que "Viver a vida" foi minha novela favorita - embora todos a crucificassem - principalmente por causa dele? Mesmo tendo um irmão gêmeo (com a mesma cara), Miguel se sobressaía, irradiava coisa boa quando aparecia naquela tv e eu morria em cada uma dessas vezes um pouquinho, porque eu queria ele pra mim. Tão cheio de vida, com senso de humor, com um coração enorme, médico, carinhoso, lindo e cheiroso, como seria possível resistir? Ô Luciana sortuda NOSSASINHORA

Nota: Nessa época eu namorava e meu boy era um pouco parecido com ele e por isso, eu vivia chamando o boy de Miguel e ele nem se importava (eu acho).


Ô xenti me imaginem ali olhando pra cara desse homi, ía morrer, cair dura no chão, mas antes diria me agarrraaaaaaaaaaa looooogo, nessa cena.





NÃO QUERIA ESTRAGAR A SURPRESA, MAS A GENTE CASOU DISCULPA SOCIEDADE



Adrian Ivashkov



Eu amo um badboy, já tentei mudar isso, mas o que posso fazer se o humor e os sorrisos deles quase sempre são irresistíveis??? Não é que Adrian seja um badboy, mas ele não é um Dmitri salvador da pátria da vida, na verdade, ele é bem perturbado, cheio de probleminhas, meio dark, fuma, bebe muito, sai pelas festas da vida muito também, então vamos dizer que ele não é um exemplo de boy pra se ter na vida né? Mas, ao mesmo tempo que ele é perturbadinho assim, ele é doce, gentil e muito intenso ao amar. É um boy que dá vontade de dormir agarradinho sabe? Sei que tem umas problemáticas aí, mas não foquemos nisso. Foquemos em quão maravilhoso esse boy é e em como o mundo real provavelmente não aguentaria ter um Adrian de verdade pra chamar de seu.


Adrian é um boy de livros, série Vampire Academy e Bloodlines, ou seja, não temos fotos desse rapaz com olhar misterioso, roupas impecáveis, andar assombrado e com as consequências de ser um usuário de espírito (meio inconstante). Porém, isso não faz com que meu amor por ele seja menor. AAh e sempre imagino a cara do Adrian como um ser que não existe, uma mistura de alguém misturado com outro alguém e aí dá alguém único: ele. (Cabelo preto, alto e com olhos verdes)


Cricket Bell

Já falei por aqui que os livros da Stephanie Perkins me causam uma pequena depressão sempre que termino de ler, e essa sensação foi bem forte em Lola e o garoto da casa ao lado por causa dessa maravilha de ser. Primeiro de tudo, cogitei colocar o Étienne de Anna e o beijo francês, que eu amei demaissssssss da conta, tive vontade de ficar procurando na rua um igual, porém, contudo, todavia, ele é baixinho e não gosto de boys baixinhos EU SEI ISSO É SO(HO)FRÍVEL, então meio que fiquei chateada com Stephanie por ter feito eu me apaixonar por esse boy baixinho. Como uma forma de protesto inteligente, colocarei o senhor Cricket Bell que não perde muito no quesito maravilhosidade. A propósito, o que que tem nessa mulher que ela consegue escrever homens tão sensacionais e ficcionais????

Confesso que faz tempo que li esse livro e não me lembro muito bem do meu baby, mas lembro que amo e é isso que importa.





Seth Cohen

Por muito tempo achei que estava perdida, porque a única chance que eu teria de encontrar o amor da minha vida foi no momento que encontrei com esse boy e sofri bastante com a ironia da vida: eu aqui e ele lá "de mentira". Éramos almas gêmeas (embora não acredite nisso) feitos um pro outro e aí ele me faz o favor de não existir. Juro que passei muito tempo procurando por boys como ele por aí, que parecessem pelo menos um pouco e hoje percebo que não, isso não vai acontecer. Superemos. Sinceramente, passei por muitos episódios de The Oc por causa dele, porque ele me fazia continuar. Seu senso de humor, suas nerdices, o jeito, o cabelo, as piadas, tudo nele era perfeito pra mim MOMENTO DEPRESSÃO DA VIDA. Parei de procurar por ele dia desses, me frustrei com os tipos "parecidos com ele" a.k.a. nerds (uns bem idiotas) e desisti. Vida que segue.

Não sei se eu seria a Anna dele, só sei que eu e ele: same person versões diferentes.


YOU'LL ALWAYS BE



Matt Flamhaff


Talvez eu seja apaixonada pelo Mark Ruffalo ou talvez eu seja, mas também seja apaixonada no jeito tímido do Matt e em como ele é um amigão pra todas as horas. Eu amo amor de amigo, eu amo quando alguém ama tanto estar com alguém, se sente confortável e se diverte com outra pessoa. E acho que o  Matt é isso, é alguém atencioso, carinhoso, divertido, bem humorado, meio tímido, tá lá pra tudo, entra nas maiores burradas com você, sabe? E o que seria melhor do que alguém que paga mico com você e não ta nem aí pras pessoas ao redor? Não conheço línguas suficientes pra quantidade de sim que eu diria caso ele existisse e a gente se amasse e ele me pedisse em casamento. 


OHMAIGÓDI




Mark Sloan


Logo no começo, odiei ele, depois fui conquistada aos poucos e no fim, já estava caída no chão de tanto amor. SPOILER: Nunca aceitei muito bem como ele e Lexie não se arranjavam, como eles morreram, tudo na história deles BLAME SHONDA. Super bem humorado, irônico, amigo, divertido, apaixonante, meio errado, galinha, lindo, com olhos maravilhosos e um charme de cair o queixo, como poderia não me apaixonar? Ainda mais quando ele começou a se apaixonar pela Lexie, como quando eles estavam juntos, como ele se transformou e virou um cara tão incrível, principalmente também com a sua filha, coisa mais fofa do mundo. Saudades.


ME MATA MAIS QUE TA POUCO




Fitzwilliam Darcy 

Sou uma pessoa ciumenta, mas até eu tenho que admitir que eu e a torcida do flamengo amamos esse homem. É uma coisa meio insana, confesso, porque ele é bem orgulhoso e no começo insuportável (mentira, nunca achei, sempre soube que ali tinha treta das boas). Então todo mundo amá-lo me dói um pouco, porque eu queria amá-lo sozinha, mas o que fazer quando um ser é tão maravilhoso que ninguém resiste?? É preciso aceitar. E eu aceito, inclusive aceito como peguete, ficante, amigo, namorado, marido, qualquer coisa (prefiro marido), porque só saber que um ser desse existe faria minha vida muito mais feliz. Veja bem, ele é misterioso (amo mistério), tímido, chatinho, sabe reconhecer seus erros, é romântico, tem um sorriso de matar um batalhão inteiro e muito mais. Queria muito ser Lizzie, queria muito ter ele aqui comigo, ou lá do outro lado do mundo, que seja. Mas queria mesmo, demais e excessivamente que ele existisse.


N BRINCA COMIGO HOMI, NÃO SEI DO QUESOU CAPAZ NÃO SORRI ASSIM VO MORRER

ELE SE DECLARANDO PRA MIM
NOS CASAMOS ELE ME FALOU COISAS TÃO LINDAS E JUNTO COM AQUELE SORRISO NUM AGUENTEI SORRY ASSIM ME DESPEÇO 


5 comentários:

  1. Ei Beatriz!
    Olha, adorei a sua lista. Tirando o Seth Cohen e o Adrian (porque nunca assisti The O. C. e não gostei de Vampire Academy) eu casaria com todos! Com todos mesmo porque absolutamente não dá pra decidir entre o Miguel, o Cricket, o Mr. Darcy, o Matt e o Mark Sloan, sabe? AH, homens da ficção. Tornando os romances da vida real muito mais difíceis since always, hahaha.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Só pra falar de Cricket Bell pq ele é o maior crush da minha vida (e o Jack e o Tobias e o Archy e o Andrew e.........)!!!! É im pres sio nan te como Stephanie Perkins sabe criar boys muito magia. Étienne tem tudo pra ser o maior crush da vida de todo mundo (mesmo sendo mais baixinho do que eu, o que não me importa tanto) mas Cricket AH O CRICKET é a delicadeza em forma de garoto <3
    Adoro esses posts heheheheh
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Meu deus!! Conheço poucos da lista admito (!) Fico com o Mr. Darcy e o Matt, apesar do Miguel ser também uma gracinha! Acho que se eu fizesse uma lista de crushes da ficção eu levaria uma tarde inteira, porque eu sou muito fiel aos meus crushes então tenho gente desde o jardim de infância hahahahahahahhah (sério).
    Beijos <33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paloma, sei bem como é isso, passei um bomm tempo fazendo essa lista. Na verdade, toda vez que lembrava de um, eu ficava vendo cenas, gifs e me divertindo como se não tivesse um post pra fazer na outra janela. Mas já tinha tanto tempo que queria eternizar esses sentimentos e esses boys que só vivem na minha cabeça que não pude mais adiar esse momento. Enfim, espero que tu faças dia desses vários posts (uma coletânea ahah) com teus crushes. Beijoss

      Excluir
  4. Antes de eu comentar sobre o post (muitos mozões), deixa eu dizer uma coisa: fico feliz que te meu texto tenha te incentivado a comprar o ingresso pro show do Tiago Iorc! Tenho certeza de que não vai se arrepender, Tiago ao vivo é incrível. ♥ ♥ ♥

    Agora, voltando à programação normal: MIGUEEEEL. Fiz um meme parecido algum tempo e Miguel estava na minha lista por motivos de sorriso incrível do Matheus Solano. Não assistia a novela direitinho, mas super amava o Miguel - mesmo que o gêmeo malvado fosse arquiteto, haha.

    Outro que eu adorava era o Adrian Ivashkov, haha. Tudo bem que o Dimitri é todo amor, magia e sedução também, mas eu adorava quando o Adrian aparecia. Fiquei bem dividida na história e queria muito ser a Rose nessas horas. Momentos.

    Seth Cohen foi meu primeiro amor de seriados, e também pensei por anos que estava perdida na vida visto que o único boy perfeito pra mim não existia. Momentos². Seth é uma fofura tremenda e boa parte do meu repertório musical, devo a ele.

    E o que dizer de Fitzwilliam Darcy? HAHA, eu, você, a torcida do Flamengo e a do Corinthians, TODOS amam esse homem. Sortuda é Lizzie, tá louco. ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir