09 agosto 2015

09/31 - Para não me transformar em um zumbi: balé


Ou: Sobre como não consigo ficar longe de roubadas


Resolvi que preciso encostar minhas mãos nos pés, sabe aquele alongamento básico do tipo não sei qual chama (A ideia principal é encostar nos pés sem dobrar os joelhos)? Então, falho miseravelmente na tentativa de conseguir realizar esse experimento científico, o que é meio irônico, porque há alguns anos atrás eu gostava de fazer do meu pé telefone e, também, colocava praticamente a palma da mão inteira no chão - e não dobrava o joelho! Ou seja, caros leitores, elasticidade e tem outro nome pra isso também, mas minha mente está falhando. Também decidi que não posso correr 1 minuto e ficar morta, caída feat enterrada; preciso de disposição, como sobreviverei a um apocalipse zumbi? Desse jeito, sobreviverei o tempo que um quiz ridículo e qualquer pela internet me sentenciou: 16 MINUTOS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Desse modo, tomei as rédeas da minha vida e decidi fazer algum tipo de "esporte". Levando em consideração que odeio academias (nunca fui mas já sei que odeio) - qual a graça de andar, andar e não sair do lugar??? Depressivo demais pro meu gosto -, decidi dançar, coisa que amo e tenho paixão. Procurei exaustivamente por meses (não) e tive a excelente ideia de fazer balé, porque sou ousada e adoro aventuras, inclusive tenho algo em mim que clama por desafios, embora falhe em quase todos. Pra falar mesmo a verdade, o Balé Russo veio aqui em Recife e fiquei com muita vontade de ir vê-los, só que acabei nem indo, daí resolvi ficar pertinho deles do jeito mais louco: fazendo balé RISOS. Acabei descobrindo que entrei numa roubada porque 1) Tenho que comprar roupa$$$$$ de balé; 2) Vou ter que pagar com meu dinheiro suado e não é barato (as roupas e a mensalidade); 3) Nunca fiz balé na minha vida; 4) Acho que gosto mesmo é de dança mais livre, sabe? Embora eu ache que vou amar de paixão e, além disso, vai me ajudar com postura, elasticidade e afins.

Sexta foi o primeiro dia de aula, mas adivinha: não fui e nem me matriculei ainda, estoy com medo de ser um desastre, admito. Tenho medo da(o) professor(a) ser do tipo bem louco(a), exigente e praticamente bater em mim porque nem equilíbrio tenho pra ficar sobre dois pés, imagina sobre um só? Mas já prometi a mim mesma,e achei uma companheira de dança tão ruim quanto eu (espero)  pra me acompanhar, que sexta-feira estarei com aquele maiô (hahaha sei muito), sainha, coque e dançando loucamente como só quem nunca fez balé poderia. Estou ansiosa, apaixonada de antemão e louca louca pra já sair dançando por aí e ah louca pra ser chamada de bailarina hahahahahaha. Desejem-me sorte!!

Eu daqui uns meses HAHAHA ME DIVIRTO


4 comentários:

  1. Boa sorte, bailarina!
    Adorei o layout novo <3

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente (bom dia. não) gostaria de dizer que o layout novo tá, ó, uma lindeza sem tamanho. Essa foto que tu colocou no "quem sou eu" tá linda, linda. Amei.

    Sobre o desafio... Confesso que sou meio assim também. Vejo que preciso mudar alguma coisa, tomar as rédeas da minha vida, faço mil planos, mas na hora H não consigo colocá-los em prática de imediato. Ou sempre acabo desistindo no final. Mas, ó, tô colocando fé em ti. Quero posts com frequência sobre balé com direito a fotinhos e nome dos passos, ok? Sério, fiquei super empolgada com esse desafio e estou enviando mentalmente boas energias pra que tu consiga levá-lo adiante. Quem sabe daqui uns meses já tô te chamando de bailarina e tu postando fotinho no insta e vídeo no YT? Hein, hein? Não desiste!

    Vou esperar por mais posts sobre balé. Aliás, faz tipo um ~série~ contando como é, as dificuldades, as coisas boas, ruins, um #BaléNaReal mesmo. Sempre tive curiosidade sobre como são as aulas, quanto custa em média, essas coisas. Aliás, morro de vontade de começar aulas de balé, mas não levo jeito pra coisa. Nem tenho tempo. Mas um dia, ah, um dia eu consigo deixar meu jeito "desajeitada" de lado e me jogo nas piruetas.

    Boa sorte, Bea!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha Brendha, você ta me levando muito a sério!! Prometo que vou contar sim como vão ser as coisas, mas aos poucos, você já fez até sessão no blog, to morta hahaha. Gostei das ideias, quem sabe num futuro próximo né? Quando eu já souber me equilibrar em um pé só, quem sabe? Veremos.
      Mas menina, também não tenho jeito, sou meio estabanada, mas vou assim mesmo, sempre quis fazer. Vê isso aí e faz mesmo, porque já to sentindo que é muito bom. Beijosss

      Excluir
  3. Meu sonho é fazer aula de dança, mas não tenho money, mas em compensação tenho medo de ser só fogo no facho de quem vê os outro fazendo (lê-se "vê filminhos em que x humanos arribam as pernas pra cima") e acabar não gostando muito da prática.
    Boa sorte pra ti!

    ResponderExcluir