07 abril 2013

É só questão de ser


O dia estava de um nublado misterioso, as árvores chacoalhavam ao som de uma brisa anunciando a chuva forte que estava para vir. Não havia ninguém na rua. Ninguém que estivesse se enxergando um ao outro, pelo menos. As pessoas estavam sentadas em bancos aleatórios, sozinhas. Todas possuíam aquele olhar, o olhar de quem já não tem mais nada a perder. Havia tristeza pairando sobre aquelas que, solitariamente, estavam acompanhadas.
A grama estava verde.
O parque estava vazio, vazio de gente sendo gente.
Para qualquer olhar a que se dirigisse, não havia uma centelha, sequer, de ternura, compreensão, amor, gentileza, esperança.
Exceto por aquela que, lenta e esperançosamente, girava tentando encontrar olhares a que se acolher, a que se interver e, portanto, olhares nos quais houvesse um mínimo de algo que não o nada.

Aos poucos, ao caminhar, embora o parque estivesse cheio de um vazio imensurável, ela, com suas flores, foi iluminando o jardim, os olhares. Ao andar, ao ver tanta tristeza, ela contagiou as pessoas com o seu andar de menina moça, com seus cabelos esvoaçantes, com seu olhar de ternura.
Aos poucos, ela os transformou em amor.
E os libertou.
tumblr_mjoyl2xeqz1rjqfwmo1_500_large

 
Observação: Essa narração é a primeira de um projeto de 30 textos sobre situações diferentes e personagens diferentes. Pretendi começar esse projeto pra treinar mais e, ainda, não deixar o blog às moscas, porque o tempo não ta sendo meu amigo. E escrever contos e etc é muito mais natural, para mim. Então, toda semana, vou tentar escrever um texto sobre o assunto pretendido no desafio, depois coloco uma página com todos os assuntos dos textos.
Beijos!


3 comentários:

  1. Tão lindo esse conto! Gostei muito. Quero fazer esse desafio agora! Beijo.

    ResponderExcluir
  2. É um conto?
    Sabe, eu não gosto muito da palavra conto, e não sou muito de nomear MEUS textos... Mas o seu conto está muito bonito, me passa uma melancolia, e ao mesmo tempo, leveza. ^^

    Bjins =***

    ResponderExcluir
  3. Que bom, adorei a novidade de ver mais contos por aqui! Adoro! Lindo seu texto!

    ResponderExcluir