03 janeiro 2013

Trilha sonora de 2012

Música, para mim, é uma das maiores invenções do homem e uma das mais bonitas formas de expressão. É a maneira artística que alguns utilizam para expressar sentimentos, sensações, marcar momentos importantes, para lembrar de algo, dançar ou, simplesmente, refletir.
Esse ano, especialmente, foi muito marcado por medos, angústias, inseguranças, choros e, ao mesmo tempo, muita alegria. Por causa disso, para completar os meus embalos pela vida, a música foi parte essencial nas minhas andanças por 2012. Assim, nada mais justo que compartilhar as canções que me acompanharam, me deram força, me fizeram dançar, chorar e, portanto, completaram o meu ano.

O velho e o moço – Los hermanos



Sendo minha banda preferida, suas músicas foram contantes no meu ipod. A que mais me marcou e significou mais pra mim, esse ano, foi essa. Acho que por estar passando por um momento de transição da minha vida escolar para uma vida de maiores responsabilidades, e por estar confusa, cometendo erros, essa música me emocionou tanto a cada vez que escutava. Por sua letra trazer essa mensagem de ele ser o que é por ter passado por todos erros do passado, e esses erros constituirem, justamente, a sua essência, ela se tornou tão especial pra mim. 

A thousand years – Christina Perri



2012 foi o ano do lançamento do último filme de crepúsculo e, portanto, foi o fim de um ciclo na minha vida. Essa música, assim como todas da trilha sonora dos filmes, é muito incrível e faz com que todos os meus anos como fã de crepúsculo e todos os momentos que essa série me proporcionou passem como um filme na minha cabeça. Então, é impossível essa música não me emocionar, porque crepúsculo fez parte de uma fase da minha vida e vai fazer parte dela até o fim.

Give your heart a break – Demi Lovato



Eu nunca fui muito fã das músicas da Demi Lovato, mas quando eu escutei pela primeira vez essa música eu não consegui mais parar de escutá-la. Grudou como chiclete e toda vez que ela tocava eu levantava e cantava junto, me achando a super star. Ela foi responsável por momentos de descontração em que eu me esquecia do resto do mundo e só enxergava uma plateia lotada me ouvindo cantar e, nessa plateia, ainda tinha um cara pra quem eu cantava diretamente olhando para. Simplesmente, me proporcionou momentos adoráveis e divertidos.

Pocketful of sunshine – Natasha Bedingfield



Depois de assistir "Easy A" e ter rido bastante na cena que ela canta e dança essa música, pocketful of sunshine entrou na minha vida. Toda vez que ela toca no meu ipod, eu levanto correndo, pego uma escova e canto como se fosse a Olive. Além de me fazer descontrair das coisas ruins do mundo, ela me faz rir e me deixa muito alegre. Muito divertida, pocketful of sunshine me deixou mais feliz em 2012.

Mais uma vez – Renato Russo



Renato Russo, como sempre me emocionando, e foi através desta música que ele me fez chorar mais esse ano. Acho que por tantas inseguranças que o vestibular deixou em mim, escutar algo assim acabava comigo. Escutar que quem acredita sempre alcança, que o sol já vem, no meio de tanto medo, de tanta angústia é um acalento. Ele conseguia, através dessa música, me fazer chorar como uma criança, me fazendo engolir as  incertezas da transição pela qual estava passando e ainda estou. Renato Russo embalou meus momentos de medo e angústias majestosamente, me fazendo enxergar uma luz no fim do túnel.

Se for pra tudo dar errado – Tópaz



Eu adorei essa música logo na primeira vez que ouvi e vi o clipe em meados de julho, através de um compartilhamento. A partir desse dia toda vez que ía tomar banho tinha que escutá-la e cantar junto. A letra é fofa e o video é um amor, então de manhã cedo, pra alegrar e pensar nas minhas pessoas queridas, eu a escutava como se não houvesse amanhã.

Gatinha assanhada – Gustavo Lima



Eu tenho que ser sincera aqui, então resolvi colocar essa música. Confesso que fiquei com vergonha de colocá-la, porque este, definitivamente, não é meu tipo favorito de música. Porém, ela foi responsável por me fazer levantar do sofá várias vezes pra dançar, dançar como se eu fosse a única pessoa do universo e isso é muito relaxante, é libertador e a sensação é maravilhosa. Então, seria errado ela não fazer parte das canções que embalaram o meu ano. “Porque quem dança seus males espanta.”

É claro que muitas músicas ficaram de fora dessa lista, mas seria impossível colocar todas aqui, então tentei colocar as principais.
Fico feliz por meu ano ter sido repleto de diversidades, repleto de momentos diferentes embalados por canções diferentes. Porque, como disse antes, a música é uma das maiores invenções do homem, seja ela de qual estilo for, pois ela é capaz de lavar a nossa alma.
Beijos!

4 comentários:

  1. Oi, Bia!
    Da sua lista eu compartilho a linda música da Tópaz e 'Give your heart a break' da Demi. Também amo A Thousand Years, mas não ouvi tanto no ano passado. Também amo Los Hermanos <3 e o Renato. E Easy A é divertidíssimo, adoro essa cena. Achei corajoso você colocar o Gusttavo Lima aí! Tem tanta gente preconceituosa nessa blogosfera... Mas eu não sou dessas. Essa música é bem dançante e chiclete mesmo. Se tocar, eu danço e pronto! Dane-se o resto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Linda! Adorei você ter colocado gatinha assanhada, eu percebi o quanto você gostou dessa música para dançar. Sinceridade sempre. Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Gatinha assanhada foi o momento GOLD do post! KKKKKKK <3

    ResponderExcluir