12 dezembro 2012

Livros, câmeras e amor

Hoje, irei entrevistar - até que enfim - uma pessoa muito querida de linda e especial na minha vida e na de qualquer um que ela participe. Dona de um sorriso contagiante e dona de uma alma vermelha de paixão e amor, coberta por flores de uma primavera ensolarada, ela completa a alma daqueles que são sensíveis aos seus andares de moça feliz com uma câmera na mão.

Super perfeccionista, crítica e chata, ás vezes, ela enche um ambiente com sua luz de menina moça quando nele adentra. Sensível como uma flor ao desabrochar, gosta de captar sorrisos e momentos através de suas lentes à luz do dia. Enfeita e completa sua andanças com trilhas sonoras dignas de décadas vintage, filmes de pessoas cult e séries apaixonantes e divertidas.

Dona de uma personalidade forte acompanhada de uma alma meiga e carinhosa, ela transborda amor em sua fala e manias alucinantes. Capaz de iluminar os mais escuros lugares e alegrar as mais tristes pessoas, ela tem o dom de nos fazer felizes.


1- Nome: Lorena Lima Tavares de Melo
2- Idade: 15 anos
3- Ocupação: Estudante do 8º ano
4- Onde nasceu: Recife - Pernambuco
5- Por que seus pais escolheram o nome ' Lorena' ?

Eu realmente acho a escolha do nome importante, mas meus pais não tiveram um motivo específico não( nada de significados e afins).Já perguntei sim o porquê de "lorena" e a resposta é tipo "Ah, nós fizemos uma lista...e tal, e "lorena" foi um que eu e seu pai concordamos, é um nome muito bonito."

6- O que você quer ser, futuramente, no âmbito profissional e pessoal?

Não sei ainda com o que quero trabalhar, não faço ideia o que prestarei no vestibular, essa é a verdade.Mas pretendo fazer algo que goste, no mínimo tentarei encontrar um equilíbrio entre "ganhar dinheiro" e "ser feliz com o que gosta".Pessoalmente falando, querer ser "alguém" e pensar sobre isso é muito complicado, porque tudo envolve estar feliz e influências e sociedade e ser você mesmo.Mas basicamente, eu tenho sonhos e o que mais quero é alcança-los, porque realização é demais. Não sei se vou casar, ter filhos. Quem sabe? Vou viajar muito, isso eu sei. Quero ser alguém que pode falar da pobreza, sabendo realmente o quanto é horrível, quero poder falar das pessoas , das culturas, das línguas.Quero também ter um amor daqueles de enlouquecer.Ah, quero ser muitas.E quero muito.É complicado.

7- Qual livro mais te influenciou nesses seus 15 anos de vida e por quê?

Não tem um livro, sinceramente, acho que todos que li até agora me influenciaram de alguma forma e fizeram de mim o que sou hoje. E não é papinho não, eu consigo fortemente sentir isso. Poderia citar os escritores mas, não dá, são muitos. Além dos meus pais, foram os livros que me fizeram humana. E sou completamente agradecida e apaixonada por eles.

8- Qual estilo de música você gosta de ouvir quando precisa refletir sobre a vida? Cite um exemplo.

Poxa, eu reflito escutando qualquer música, depende do meu humor. Se eu estiver refletindo sobre algo triste, geralmente escuto Beirut, Iron and Wine... depende muito. Eu gosto das músicas que me fazem refletir, na verdade acho que todas tem essa capacidade, mas exemplo: Legião Urbana. Como é em português, fica mais fácil de escutar e pensar sobre a letra. Gosto muito.

9- Se você pudesse escolher viver dentro de um livro ou filme, qual seria? 

Nunca pensei sobre isso, mas, com certeza, Alice in Wonderland. O livro e o filme. Os dois. Tudo lindo. O filme pode ser o da Disney mesmo ou o do Tim Burton, que eu gostei. Tudo extremamente maravilhoso. E os personagens são demais.

10- Qual sua palavra favorita na língua portuguesa? E qual seu sentimento favorito?

Ainda não descobri, estou procurando por ela. Sobre o sentimento...Muito, muito difícil. Eu gosto de amor recíproco. Amo o sentimento de paz e equilíbrio com o mundo. Amo sentir como se tudo fosse possível e nada fosse ficar ruim. Gosto daquele sentimento de satisfação. Gosto de toda essa combinação, todos esses sentimentos misturados; os que acontecem em momentos raros, esses são os melhores.


4 comentários:

  1. gostei da entrevista e o jeito como você a apresenta no começo, achei muito fofo ;D
    mas achei bem engraçado você descreve-la como sendo super alegre e ai coloca uma foto dela entediada hahaha
    adorei o post ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado :DD
      É verdade, mas coloquei essa foto de propósito. Porque ela, mesmo sendo alegre e feliz, às vezes, fica chata, entediada, magoada e etc assim como todos os seres humanos e, por isso, ela se torna ainda mais especial, por ser, além de todas essas coisas que citei, imperfeita.

      Excluir
  2. Bia, você é tão incrível!Escreve tão bem, fico impressionada...parece que tudo só flui para você.Obrigada por dizer coisas tão lindas sobre mim,eu leio e parece exagero.Mas eu sei que estas sendo sincera, fico muito feliz por tu me enxergar dessa maneira.Te amo demais, demais, demais,demais!

    ResponderExcluir
  3. Lorena é um nome lindooo especial e incomum! Os pais dela escolheram super mega bem!

    E adorei o amor recíproco que ela citou. As vezes falamos de amor e esquecemos que a melhor parte dele é receber de volta, né?

    beijoca

    ResponderExcluir