16 novembro 2012

Top 5: Séries da minha vida


Infelizmente, criatividade não é algo que faça parte da minha rotina, por isso estou, agora e por um tempo, postando aquilo que, por alguma razão, decidi colocar na minha lista de 101 coisas em 1001 dias.

Eu, há um tempo atrás, não era adepta dos seriados televisivos; com exceção de CSI, Monk, House e Chuck  - que eu só assistia quando passavam na tv aberta. Seriados, para mim, eram coisas que duravam muito e não valiam o esforço que fazíamos para nos manter assíduos. Portanto, o choque foi grande ao perceber, agora, que depois de tão pouco tempo eu tenha virado uma viciada em series televisivas.

Tudo começou quando eu resolvi assistir o lançamento do sbt, The vampire diaries. No início, fiquei desconfiada da série, pois vampiros já estavam muito “manjados”, mas, aos poucos, os dois vampiros irmãos me conquistaram completamente, assim, não foi possível continuar esperando a boa vontade do Sbt de passá-la, tive que assistir os episódios pela internet. Em uma semana, eu assiste 2 temporadas inteiras e foi aí que começou a minha história de amor com essas benditas séries e suas intermináveis e maravilhosas temporadas.

Por causa disso, por fazer parte da minha vida e por me conquistarem, resolvi fazer um top 5 – embra seja quase impossível para mim, já que assisto 24, eu tentarei.

                                      

The vampire diaries

Além da história, eu tenho um maravilhoso motivo para ela ser uma das melhores: Damon ai ai, como não amar esse homem/vampiro/personagem? (infelizmente personagem)

 


Hart of dixie

Hart of dixie conta a história de uma cardiologista que vai para o interior para aprender a se “ligar” emocionalmente aos seus pacientes. Então, ela decide ir para a cidade em que um antigo conhecido, uma vez, a convidou. Nessa viagem, ela descobre que esse homem está morto e que ele era seu pai, coisas acontecem e ela decide continuar por um bom tempo nessa cidade, a interiorana e linda Bluebell.
O que me fez começar a assistir a esse seriado foi a Rachel, pela qual possuo um amor platônico desde sempre – pergunte-me por que e eu não saberei responder – mas, depois, o que me fez continuar a assistir foi o enredo, o Wade, foi a simplicidade, a trilha sonora, a diversão, tudo. Quando quero relaxar, Hart  dixie é o remédio necessário.



Jane by design

Conta a história de uma garota que vive duas vidas; a vida de seus sonhos, como secretária da editora de uma revista de moda, e a sua vida real, na escola. Essa serie é muito fofa e divertida, principalmente, pelas situações que Jane se mete por causa dessa vida dupla e por sempre ter ao seu lado seu amigo de infância. Infelizmente, a ABC PÉSSIMA family a cancelou, to morrendo, vou tentando matar a saudade com as fotos que to achando por aqui. D:

Game of thrones

Game of thrones acontece em um período medieval, em um lugar chamado Westeros, que é dividido em 7 reinos e nesses reinos existem família nobres que, agora, lutam entre si pelo controle do Trono de ferro de Westeros. Porém,Westeros não é um siples local, pois nele os “verões duram décadas e os invernos uma vida inteira”.
A série é linda, os efeitos, a cenografia, os atores, o enredo fantástico, tudo é muito bem feito e impecável. Não tem como não gostar de assistí-la.



Grey’s anatomy

Todo mundo conhece Grey’s anatomy ou deveria meeesmo conhecer, série maravilhosa, não só pra quem gosta de medicina, mas também pra aqueles que gostam de coisa boa haha. Eu não assisto Grey’s anatomy, eu devoro, porque quando a pessoa começa não dá pra parar. OKK, vou rar de falar porque to em depressão por causa do que aconteceu… SEM SPOILLER!

Nenhum comentário:

Postar um comentário