18 novembro 2012

Felicidade, conhecimento e busca



Olá você, estou escrevendo agora porque a felicidade está me transbordando e eu quero que ela também lhe atinja. 

É tão boa a sensação de conseguir algo que você tanto queria, e aprender e descobrir coisas novas ao longo da vida, sei lá, acho que a gente fica mais pleno quando começa a descobrir essas coisas e começa a exercer algo que tanto amamos. Design, para mim, traz essa sensação; sensação de realização plena do que eu quero ver no mundo, pode até ser sonhador da minha parte, mas isso é um jeito meu de colorir o planeta, de ilustrar, pintar aquilo que normalmente já é tão preto e branco.

É claro que é impossível dizer que design é o único que me deixa plena, não, são tantas outras coisas… Acho que eu nasci pra aprender, porque é incansável a minha busca por entender, por querer saber. Por isso, existem outras coisas que também me deixam plena, como, por exemplo, as estrelas, com certeza, algum dia, irei saber falar – mesmo que quase nada- sobre astronomia, sobre medicina e sobre sei lá mais o quê que vou me interessar ao longo da vida.

Eu acho que esse é o propósito de a gente estar aqui, no mundo; aprender, aprender sobre tudo, sobre a vida, sobre as pessoas, sobre o amor, sobre o que se gosta… E é isso que eu, aos poucos, estou tentando fazer e em um dia eu vou chegar ao ponto em que já aprendi tudo o que eu gosto, então mais coisas irão aparecer para eu gostar e, assim, eu nunca pararei de aprender. Já dizia Sócrates “Só sei que nada sei”, porque tudo que eu sei e ainda vou saber será muito pouco em relação ao todo, em relação àquilo que existe e que, portanto, eu não sei nem um terço. A jornada em busca do conhecimento é incessante, ininterrupta.

Pensando nisso, eu já comecei a minha jornada de aprendizado. Embora nunca tenha feito um curso ou sei lá o quê no campo do design, eu adoro descobrir as coisas sozinha, e essa é a verdadeira razão de eu estar, nesse momento, transbordando felicidade; eu consegui fazer o banner acima, meu primeiro no photoshop, e eu adorei ele, embora ele ainda não seja “O” banner, ele, por enquanto, é o meu amado e primeiro banner.

Eu não sou muito boa em mexer no photoshop, ainda, por isso que fiquei tão feliz ao fazê-lo, porque isso “é um pequeno passo para um homem, mas um grande passo para a humanidade” hahaha brincadeiras à parte, esse foi um passo importante pra mim, porque significa que muitos outros virão e eu, aos poucos, os ultrapassarei.

3 comentários:

  1. a vida é feita disso , conquistar e perder coisas , parabéns pra vs que conquistou algo que vs sempre sempre quis.

    ResponderExcluir
  2. ah que fofa você, cheia de ideias e comemorando as pequenas conquistas! são raros os sensíveis assim!

    beijoca - e ficou muito fofo mesmo!

    ResponderExcluir