15 outubro 2011

Corrente do bem


Recentemente meu professor de filosofia e sociologia colocou um filme para a minha sala assistir, o nome desse filme é ' A corrente do bem' e ele é incrivelmente belo, emocionante, para falar a verdade. Cada minuto do filme fez eu me apaixonar, fez as minhas esperanças nas pessoas aumentarem mais. Na verdade, o filme nos traz um momento de reflexão sobre o que estamos fazendo com a nossa vida.

E essa é uma questão que me atormenta faz um bom tempo. Eu sempre me pergunto, o que eu já fiz de bom nessa vida, qual foi a marca boa que eu deixei até agora, o que eu fiz para contribuir na mudança do mundo. Mas eu nunca consigo responder diretamente, curto e grosso, do jeito que eu gosto. E é por isso que essa questão me atormenta, porque eu não quero ser simplesmente alguém que não soma nada aqui na Terra, eu quero aproveitar essa minha vida da melhor forma possível, ajudando, contribuindo.

O filme, basicamente, trata disso. E ele é muito lindo, porque como sempre, veio no momento certo. Eu estava precisando de cada cena, cada palava falada ali.

A corrente do bem conta a história de um professor que, no começo do ano, faz a seguinte pergunta para seus alunos da 7ª série : " O que vocês poderiam fazer para mudar o mundo?" e ao decorrer do ano, esses alunos devem responder tal pergunta. É aí que surge Trevor, menino de 11 anos que tem a ideia de criar uma corrente, na qual ele começa ajudando 3 pessoas em coisas muito importantes na vida das mesmas, assim, depois, essas mesmas 3 irão ajudar mais 3 pessoas cada uma, e isso vai virando uma bola de neve. A ideia é realmente intrigante para um menino de 11 anos, porém ele não desisti de cumpri-la, mesmo que em alguns momentos ele falhe, e até pense em desistir.  A história vai se desenrolando em cima dessa ideia, e é muito emocionante cada parte do filme.

Trevor, com seu pequeno tamanho físico, mostra-se um gigante ao decorrer do filme, e me faz reascender a chama da esperança nas pessoas. O filme vale muito a pena, eu chorei no fim, porque é impossível não se sentir tocado pela simplicidade do garoto.

É isso, esse filme só fez comprovar a minha teoria de que as pessoas são, essencialmente, boas, mesmo que as vezes elas pratiquem alguns atos ruins, em momentos confusos. No fundo, elas são boas, eu acredito nisso e eu tenho esperança na mudança do mundo, porque se cada um quiser e fizer sua parte, o mundo muda.

Depois disso tudo, sabe o que me deixou mais feliz? Existe uma corrente do bem de verdade *--------*  Eu vou deixar o site aqui, porque se você se sentir interessado em contribuir nessa mudança,você participa dessa campanha, faça alguém feliz!

site da corrente do bem, com materiais e instruções acerca do projeto

Nenhum comentário:

Postar um comentário